​Últimas Notícias

Sara Cerdas reforçou esta manhã o papel das Regiões Ultraperiféricas como territórios-chave que podem contribuir significativamente para efetivar os objetivos da União Europeia em termos de desenvolvimento sustentável, transição energética e combate às alterações climáticas.

Foi durante o evento organizado e moderado por Sara Cerdas, em conjunto com o eurodeputado francês Stéphane Bijoux, que se debateu a estratégia para a biodiversidade na União Europeia.

Sara Cerdas sublinhou que “o contexto geográfico das RUPs permite à União Europeia dispor de maiores zonas naturais terrestres e marítimas, reconhecidas internacionalmente, que devem ser melhor protegidas e potenciadas”. Sobre o que se avizinha, a socialista acredita que “a estratégia apresentada pela Comissão Europeia, e que conta com o apoio do Parlamento Europeu, dará especial atenção à proteção e restauração dos ecossistemas marinhos e terrestres tropicais e subtropicais nas regiões ultraperiféricas da UE, devido ao seu valor excepcional para a biodiversidade”.

A eurodeputada alertou para a necessidade de criar um “um quadro de governação abrangente para orientar a implementação dos compromissos em matéria de biodiversidade acordados a nível nacional, europeu ou internacional”, no sentido de “mapear obrigações, compromissos e estabelecer um roteiro para orientar a sua implementação”. Este quadro deverá dar uma especial atenção às regiões ultraperífericas, dado o valor acrescido em matéria de Biodiversidade.

Ruben Eiras, Coordenador para a Economia Azul, no Fórum Oceano, foi um dos oradores neste debate, tendo abordado a importância da economia azul com uma visão integrada. Na sua intervenção, o madeirense explicou que o investimento sustentável no ambiente permitirá trazer benefícios até cinco vezes mais, em comparação aos custos, ao mesmo tempo que são criados empregos. A aposta na economia azul e na sustentabilidade “seria uma forma da União Europeia ser pioneira, mas também das Regiões Ultraperiféricas estarem na linha da frente da sustentabilidade. Temos uma grande oportunidade para construir o sonho europeu, tornando a economia azul um oceano de oportunidades”, referiu.

Nos comentários finais, Sara Cerdas reiterou que “a estratégia exigirá ações dos cidadãos, empresas, parceiros sociais e da comunidade de investigação e conhecimento, para além de parcerias fortes a nível local, regional, nacional e europeu. Todos nós precisamos de trabalhar pela recuperação da biodiversidade”.

3 visualizaçõesEscreva um comentário

A eurodeputada Sara Cerdas foi eleita por unanimidade para o cargo de vice-presidente da Comissão Especial do Cancro no Parlamento Europeu.

O desígnio é que a Europa assuma a liderança na luta contra o cancro, um objetivo que Sara Cerdas assume como seu e encara com expectativa. “Espero que nesta comissão especial possamos encontrar estratégias concretas para reduzir os fatores de risco determinantes para o desenvolvimento da doença oncológica, através de uma aposta na prevenção primordial e primária, pois são estas as formas possíveis para criar maiores ganhos em saúde e poder fazer a diferença no bem-estar e na vida das pessoas.”

A Comissão Especial do Cancro tem um mandato de 12 meses para definir os objetivos e prioridades políticas do Parlamento Europeu e um plano europeu de luta contra o cancro, a fim de apoiar os Estados-Membros na melhoria da prevenção, diagnóstico precoce, tratamento e prestação de cuidados.

O Cancro é uma das prioridades políticas da Comissão Europeia e da presidência portuguesa em 2021 no âmbito da saúde. A eurodeputada tem assumido esta matéria também como uma prioridade. Atualmente, encontra-se a trabalhar no programa europeu da saúde EU4Health e preside o Grupo de Trabalho em Saúde no Parlamento Europeu.

Em junho, o Parlamento Europeu aprovou a criação de três comissões especiais: cancro, desinformação e inteligência artificial. Foi ainda aprovado uma subcomissão dos assuntos fiscais e uma comissão de inquérito sobre a proteção dos animais durante o transporte. O trabalho destas Comissões inicia-se esta semana.

3 visualizaçõesEscreva um comentário