Saúde é um investimento, não um fardo” afirma de Sara Cerdas

Sara Cerdas defendeu esta tarde a importância de uma abordagem transversal em saúde, baseada em políticas integradas e intersetoriais, não apenas a curto prazo e isoladas. A intervenção surgiu aquando da apresentação da estratégia do Conselho da União Europeia para a saúde, por parte do Ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn. “Devemos parar de olhar para a saúde como um custo e um fardo, mas sim como um investimento nas pessoas e na sociedade”, apontou a eurodeputada na audiência.  A socialista assume que “2020 marca o ano em que o mundo, os cidadãos e especialmente os políticos, estão mais conscientes para a verdadeira importância da saúde e bem-estar e o seu impacto como pedra basilar na sociedade”, e que a ausência de políticas para a saúde e bem-estar “têm gerado graves consequências para todos os cidadãos, e também para os diferentes sistemas de saúde dos Estados Membros”.  “As ações de saúde pública devem ser transversais a todas as políticas, não apenas aquelas diretamente ligadas à saúde”, rematou, questionando ainda se “a Presidência planeia trabalhar através de uma abordagem de saúde em todas as políticas e, em caso afirmativo, qual é a estratégia”.  Sara Cerdas, que é relatora do programa de saúde europeu EU4Health, destaca que “por cada euro investido em políticas de saúde pública, o retorno a longo prazo é 14 vezes superior”. É com base nesta premissa que a eurodeputada apela a uma maior aposta na saúde em todas as políticas, através de uma visão mais abrangente dos desafios, não apenas nos relacionados com a pandemia do COVID-19, mas transversal a outros setores, como a promoção de um estilo de vida saudável e o reforço das políticas sociais de forma a melhorar os determinantes sociais em saúde em todas a regiões e países da União Europeia.  No dia 1 de julho, a Alemanha assumiu a Presidência do Conselho da União Europeia, sob a divisa "Juntos pela recuperação da Europa". Para além da recuperação económica da Europa após a pandemia do coronavírus, a nova Presidência já assumiu como prioridade a luta contra a propagação do vírus, o apoio à economia europeia e o reforço da coesão social na Europa. Durante a sessão plenária no Parlamento Europeu, nesta quarta-feira, a chanceler Merkel irá debater com os eurodeputados a estratégia e os objetivos alemães nos próximos seis meses.