top of page

Sara Cerdas acolhe exposição da Madeira no Parlamento Europeu

“A exposição que inauguramos tem como objetivo mostrar as potencialidades naturais ímpares do nosso arquipélago, mostrar que a Madeira e o Porto Santo são centros de oportunidades e de grandes talentos, como tenho vindo a defender neste Parlamento.”

Até sexta feira, a convite da Eurodeputada Sara Cerdas, a Académica da Madeira (União de Estudantes da Universidade da Madeira) apresenta no Parlamento Europeu, em Bruxelas, o destino Madeira, através de uma exposição fotográfica, de autoria do fotógrafo português Joel Santos, denominada "A Journey to Paradise".


Sara Cerdas, durante a inauguração da exposição “A Journey to Paradise”, que decorreu esta terça feira, em Bruxelas, destacou as enormes potencialidades das regiões ultraperiféricas e o trabalho contínuo que tem feito em prol das mesmas, procurando sempre junto das instituições europeias defender as suas particularidades e no terreno aproximar os madeirenses e portosantenses da Europa.


“Dos principais atrativos que podem ser potencializados como imagens de marca, destaca-se o vasto oceano que banha toda a ilha, o clima ameno e o turismo de natureza, sendo que ⅔ da ilha são áreas de floresta protegida, onde se destaca a floresta Laurissilva. Se as políticas forem dirigidas nesse sentido, a Madeira tem imenso potencial para ser um destino verde e totalmente sustentável, perante toda a sua riqueza em natureza e biodiversidade”, referiu na sua intervenção.


A inauguração da exposição foi ainda palco para o lançamento da coleção “Viagens da nossa terra”, cujo primeiro volume "Madeira Ilustrada" é sobre uma viagem de Andrew Pickens, apresentada pelo Professor Paulo Rodrigues, da Faculdade de Letras da Universidade da Madeira, sendo o prefácio do livro da sua autoria. Para além do discurso da Eurodeputada Sara Cerdas e do Presidente da Académica da Madeira, Ricardo Freitas Bonifácio, houve ainda uma atuação do grupo de fados FATUM, que interpretaram canções características do Fado de Coimbra.

תגובות


bottom of page