Sara Cerdas alerta Presidência Portuguesa para a importância do turismo e transporte nas RUP

A eurodeputada do PS questionou a Presidência Portuguesa do Conselho sobre como pretende aliar a recuperação do setor do turismo com a transição verde e digital e como tenciona reforçar o espírito da coesão europeia nos transportes, em especial com as regiões ultraperiféricas (RUP).

A intervenção ocorreu durante uma troca de pontos de vista com a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e o Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, na apresentação do programa da Presidência do Conselho no Parlamento Europeu, durante a Comissão TRAN (Transportes e Turismo).

Sara Cerdas destacou a importância do setor dos transportes e enalteceu o facto da Presidência comprometer-se a prosseguir os trabalhos da Rede Transeuropeia de Transportes, mas deixou um alerta para as RUP. “Alerto aqui o Sr. Ministro Pedro Nuno Santos para a importância acrescida que esta rede representa para as regiões ultraperiféricas, muitas vezes com poucas ligações à plataforma continental e a preços muito elevados. E reforço o espírito da coesão europeia, que passa também por boas acessibilidades”.


Sobre o turismo, tendo em conta “a importância que este setor representa para as regiões ultraperiféricas” e “o peso considerável que detém a economia das mesmas”, a eurodeputada questionou a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, sobre “como é que a presidência tenciona aliar, por um lado, a recuperação do setor, e por outro, com os objetivos da transição verde e digital, em especial para as RUP”.


Rita Marques considera que a recuperação do turismo assenta numa agenda social forte e em reforçar a autonomia estratégica de uma Europa mais aberta e mais global. Com base na transição verde e digital, em reforçar a estabilidade económica e financeira do setor do turismo, sobretudo para as PME, a Presidência salienta que o objetivo a curto prazo passa por “salvar empresas e empregos” e a médio e longo “trabalhar para um turismo sustentável”.