Sara Cerdas apela a mais cooperação com a América Latina para fazer face à COVID-19

Sara Cerdas considera que “é necessário continuar a colaborar com os países da América Latina para fazer face à COVID-19, com uma postura ativa e presente” e apontou que a União Europeia precisa e pode “fazer mais”.

A intervenção ocorreu esta manhã, durante a sessão plenária do Parlamento Europeu, no debate sobre a evolução da COVID-19 nos países da América Latina.

A eurodeputada do PS alertou para a importância de apostar numa campanha massiva de vacinação e aumentar a capacidade de produção e distribuição no âmbito da iniciativa COVAX. “As vacinas devem ser consideradas um bem público global, porque ninguém está seguro até que todos estejam seguros e isso significa até que todos estejamos vacinados”, referiu.


A América Latina é das regiões mais fortemente atingidas por esta pandemia. Sara Cerdas sublinhou que esta crise sanitária “agravou ainda mais os índices de desigualdades sociais e económicas, expondo as fragilidades dos sistemas de saúde” na região e que “o Parlamento Europeu demonstra total solidariedade” e apreço a todos os profissionais pelos seus esforços diários para salvar vidas e combater este vírus.


Os eurodeputados debatem e votam hoje uma resolução sobre a evolução da COVID-19 nos países da América Latina. A situação no Brasil, por exemplo, foi a que mais dominou o debate, tendo em conta que, desde o início da pandemia, mais de 380 mil pessoas morreram e a média diária de óbitos já ultrapassou os 4 mil.