Sara Cerdas assume vice-presidência de Grupo de Interesse do Parlamento Europeu sobre Obesidade

Hoje, no Parlamento Europeu, um grupo de eurodeputados de diferentes grupos políticos reuniram-se e lançaram o Grupo de Interesse do Parlamento Europeu sobre Obesidade e Resiliência dos Sistemas de Saúde, no qual Sara Cerdas assume a vice-presidência.

A eurodeputada do PS aponta que “a COVID-19 ampliou uma necessidade clara e urgente de dar seguimento à priorização da obesidade como uma doença crónica pela União Europeu e de tomar ações para abordá-la como tal”.

Embora a União Europeia tenha classificado oficialmente a obesidade como uma doença crónica, ainda não há sinais de medidas implementadas para garantir que as estratégias refletem esse progresso.

“Sabemos que cerca de 60% dos europeus já vivem com pré-obesidade ou obesidade. Não podemos construir sistemas de saúde resilientes sem abordar adequadamente a obesidade como fazemos com outras doenças crónicas. É necessário consolidar a aposta na prevenção, no tratamento e nas intervenções a longo prazo e ao longo do curso de vida das populações. Os determinantes de saúde e a prevenção assumem, sem sombra de dúvidas, um papel fulcral no combate a esta doença, muitas vezes olhada com estigma”.


Sara Cerdas considera por isso que “é hora de agir” e que “a UE pode acrescentar valor ao trabalhar num quadro de planos nacionais para a obesidade, tal como fizemos para as outras doenças crónicas. O Parlamento Europeu, enquanto legislador, poderá fazê-lo através de diretrizes que mapeiem os caminhos para uma visão holística desta doença”, indo ao encontro das metas também estabelecidas no programa europeu para a saúde, o EU4Health, do qual a eurodeputada foi negociadora.


O Grupo de Interesse foi estabelecido com o objetivo de encontrar soluções políticas para remover as barreiras e contribuir para implementar o novo relatório da Comissão Europeia sobre prevenção primária da obesidade, publicado a 4 de março de 2021, que categoriza a obesidade como uma doença crónica.