Sara Cerdas atenta à resposta do Parlamento Europeu quanto à situação da Thomas Cook.

A Eurodeputada Sara Cerdas subscreveu esta quinta-feira a resolução conjunta do Parlamento Europeu sobre o impacto negativo da falência da Thomas Cook no turismo da União Europeia.


A resolução aprovada hoje no Parlamento Europeu pretende salientar o papel que o turismo tem na economia dos diferentes Estados-Membros. A eurodeputada socialista considera a aprovação da resolução um prenúncio animador e reconhece que "esta é uma resolução com bastante relevo no Parlamento Europeu, pois estamos a atribuir um papel importante ao turismo enquanto mecanismo dinamizador da economia dos diferentes Estados-Membros. Queremos igualmente que o próximo colégio de comissários coloque o turismo como uma das prioridades de trabalho”.



Entre as principais medidas adotadas destaca-se o facto dos eurodeputados solicitarem à Comissão Europeia a introdução de uma rubrica orçamental específica para o setor do turismo no seu próximo projeto de orçamento, ou seja, no Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027.


A resolução pretende ainda que se avalie e que sejam adotadas as medidas necessárias para defender os interesses da UE, no sentido de evitar situações semelhantes no futuro e obter melhores acordos no setor de aviação.


Recorde-se que Sara Cerdas, no mês passado, contactou a Comissão Europeia para alertar para a necessidade de encontrar soluções imediatas, em regiões onde esta operadora tem uma forte atividade, como é o caso na Região Autónoma da Madeira, que minimizem o impacto no sector do turismo, de forma a garantir que o efeito do colapso da Thomas Cook não se reverta no decréscimo de ocupação turística nos diferentes Estados-Membros.