Sara Cerdas debate com Comissária o futuro da Saúde Europeia

Na audição realizada hoje com a Comissária para a Saúde, Stella Kyriakides, na Comissão de Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar do Parlamento Europeu, sobre “União Europeia para a Saúde: preparação e resiliência”, Sara Cerdas alertou para os efeitos adversos dos cortes realizados nos serviços de saúde pública.

A eurodeputada, que é também Presidente do grupo de trabalho em saúde do Parlamento Europeu, chamou a atenção para o facto de terem existido “grandes cortes nos serviços de saúde pública e os efeitos adversos desses cortes ficaram expostos durante a pandemia”.

A socialista apelou à Comissária Europeia para a necessidade de “garantir mais recursos financeiros, humanos e técnicos adequados para a melhoria dos sistemas de saúde pública”.

Na sua intervenção Sara Cerdas alertou também para a necessidade de uma resposta coordenada e sobre a necessidade de “um mecanismos de alerta e resposta aliado a uma troca de informação e a um melhor planeamento para a resposta às ameaças em saúde pública”.

A eurodeputada destacou ainda o papel do Parlamento Europeu na afirmação da União Europeia para Saúde. “O Parlamento Europeu pediu uma verdadeira União Europeia para a Saúde e o primeiro passo foi dado pelo Parlamento e pela Comissão à semana passada. Os cidadãos pediram mais saúde a nível da União Europeia e felicito a Comissão Europeia pelo trabalho que tem desenvolvido neste sentido, mas é preciso continuar a batalhar de modo a garantir uma resposta atempada, coordenada, coesa e que os sistemas de saúde sejam resilientes e capazes de responder a futuras ameaças em saúde”.