Sara Cerdas defende aposta na Política de Coesão para a Madeira

Esta terça feira Sara Cerdas reúne-se em Bruxelas com a Secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, para debater as prioridades para as Regiões Ultraperiféricas.



“As Regiões Ultraperiféricas desempenham um papel fundamental no panorama Europeu. Estas regiões, como é o caso da Madeira, veem-se confrontadas com uma série de dificuldades relacionadas com determinadas características geográficas, nomeadamente: o afastamento à plataforma continental europeia, a insularidade, a pequena dimensão, a topografia difícil e o clima. A par destas especificidades existem outros problemas importantes que é preciso trazer à discussão e que requerem especial atenção. A reunião de hoje serve para expor esses problemas e desenvolver uma estratégia concertada entre o Governo da República e o Parlamento Europeu.”


Uma vez que se encontram a decorrer as negociações sobre o Quadro Financeiro Plurianual (QFP), o orçamento de longo prazo da União Europeia para a distribuição financeira dos próximos anos, Sara Cerdas defende que os domínios de ação devem centrar-se, no caso da Região Autónoma da Madeira, no reforço da Política de Coesão. “É necessário garantirmos a manutenção e reforço da Política de Coesão, enquanto mecanismo mitigador das diferenças entre os Estados-Membros. É fundamental haver uma estratégia concertada ao nível da aposta no desenvolvimento regional, mas também na vertente social, nomeadamente com a necessidade de gerar emprego e fixar os jovens nas Regiões Ultraperiféricas, em especial os jovens que se encontram em meios rurais, mas também no combate à pobreza e exclusão social.”


Um outro ponto que a eurodeputada Socialista colocará em discussão é a questão da mobilidade, no sentido de reduzir os constrangimentos atualmente existentes e reforçar a coesão com o resto da União Europeia. Sara Cerdas defende que “tudo faremos para ao longo deste mandato desenvolver um diálogo articulado com os diferentes parlamentos, no sentido de garantir que é dada a atenção devida ao nível dos transportes de e para a Madeira”.


Também participaram neste encontro outros eurodeputados, inclusive das Regiões Ultraperiféricas, e respetivos presidentes dos Governos Regionais da Madeira e Açores.