Sara Cerdas defende aposta numa estratégia europeia para o Turismo

A eurodeputada socialista Sara Cerdas apontou, hoje, o facto de, presentemente, não existir uma linha financeira específica para o Turismo no Orçamento Comunitário, considerando ser importante um instrumento que dê resposta à gestão de crise, não apenas para fazer face aos problemas causados pela pandemia, mas também outros, como a falência de companhias aéreas.


Sara Cerdas falava esta tarde na abertura da conferência sobre Turismo, promovida no âmbito da quinta edição do “Roteiro Geração Madeira”, que decorreu em São Vicente. A escolha da temática teve a ver com a importância que o setor do Turismo assume para a Região, representando cerca de ¼ da economia regional.

A parlamentar defendeu uma maior e melhor articulação entre os estados membros e as instituições europeias, salientando que «é necessário apostar numa estratégia europeia para o turismo, que seja transversal aos 27 estados membros».

Afirmando que há que continuar com as medidas sanitárias e de segurança para garantir o progresso do setor, a eurodeputada considerou que é preciso tornar esta crise uma oportunidade. «Temos de recuperar este setor e alinhá-lo com as diferentes estratégias para a sustentabilidade ambiental», frisou.

De referir que o evento, com transmissão online, visa analisar e debater o turismo nesta época de pandemia e perspetivar o futuro do setor, sendo dividido em dois painéis.

O primeiro painel, subordinado à temática “Turismo em tempos de Pandemia”, conta com a participação do presidente do Turismo de Portugal e da European Travel Commission, Luís Araújo, do diretor executivo da Associação de Promoção da Madeira, Nuno Vale, do deputado socialista Sérgio Gonçalves e do empresário Márcio Nóbrega.

Já o segundo painel, intitulado “O Futuro do Turismo”, conta com as intervenções da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, do eurodeputado Mohammed Chahim, do diretor executivo do Solar da Bica, Joel Freitas e da diretora de Operações da TUI Madeira, Ana Barbosa.