top of page

Sara Cerdas representa Parlamento Europeu na 76ª Assembleia Mundial da Saúde

Sara Cerdas está em Genebra, na Suíça, nos próximos dias, para participar na 76ª Assembleia Mundial da Saúde (WHA), em representação do Parlamento Europeu.

Na ordem de trabalhos a eurodeputada destaca a celebração dos 20 anos desde a adoção da Convenção-Quadro da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o Controlo do Tabaco, o primeiro tratado internacional vinculante de saúde pública negociado sob as orientações da OMS, no qual Portugal integra. Sara Cerdas aponta que Portugal está na vanguarda das medidas adotadas e que a recente proposta de lei anti-tabaco vai ao encontro das diretrizes europeias e mundiais, com vista a garantir uma geração livre de tabaco até 2040.


“A Assembleia Mundial da Saúde será uma excelente oportunidade para trocar sinergias e experiências acerca das melhores práticas e desafios na implementação de estratégias que visam promover a saúde e o bem-estar. Destaco o objetivo de até 2030 acabar com a tuberculose, as discussões acerca das alterações climáticas e o seu impacto na saúde e a importância da cobertura universal em saúde, como meio para alcançar uma visão de saúde para todos e não deixar ninguém para trás. Precisamos da colaboração de todos para assegurar que estamos mais bem preparados para futuras pandemias e que cumprimos todos os objetivos a que nos propusemos, em especial ao nível de Desenvolvimento Sustentável.”


A 76ª Assembleia Mundial da Saúde (WHA) acontecerá de 21 a 30 de maio de 2023. A Organização Mundial de Saúde (OMS) iniciou as suas atividades em 7 de abril de 1948, há 75 anos, pelo que a ocasião marca também o seu aniversário. O trabalho da 76ª WHA será dividido em quatro pilares correspondentes aos “Triple Billion targets” até 2025, com vista a incentivar a recolha e monitorização de dados. As metas visam estabelecer objetivos e mecanismos para medir e melhor compreender as dificuldades sentidas nas diferentes partes do mundo e para acelerar as melhorias em saúde, ajudando em última análise os países a responder com maior eficácia e a alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Comments


bottom of page