Sara Cerdas saúda nova estratégia para as Regiões Ultraperiféricas

A Comissária Elisa Ferreira, responsável pela pasta da Coesão e Reformas, anunciou ontem a adoção de uma nova estratégia para as regiões ultraperiféricas (RUP). Sara Cerdas considera que a comunicação apresenta um reforço do compromisso para com as RUP, através de ações concretas que vão capacitar para os desafios do presente, projetando o futuro.

“Saúdo a adoção de tão importante documento que reflete o compromisso da Comissão para com as regiões ultraperiféricas, em conformidade com o artigo 349.º do Tratado de Funcionamento da UE. A última estratégia, adotada em 2017, estava desatualizada e carecia de uma nova visão perante os mais recentes desafios, nomeadamente a pandemia, os impactos da guerra contra a Ucrânia e as transições verde e digital”, aponta Sara Cerdas.

Segundo a Comunicação, em 2019, a percentagem de pessoas em risco de pobreza era de 27,8 % na Madeira, muito acima das médias da UE e nacionais. A eurodeputada Sara Cerdas lança o repto ao Governo Regional para que, em conformidade com as prioridades elencadas, aplique estratégias de desenvolvimento que tirem pleno partido das possibilidades de financiamento proporcionadas pelos instrumentos europeus. “A UE tem um papel muito importante para potenciar o nosso crescimento, mas cabe à Região antecipar e responder às necessidades, explorar o nosso potencial, que é muito vasto, e, em especial, apostar na melhoria das condições e qualidade de vida das pessoas, no combate à pobreza e no desenvolvimento de oportunidades para os jovens”.

A comunicação «Colocar as pessoas em primeiro lugar, garantir um crescimento sustentável e inclusivo, desbloquear o potencial das regiões ultraperiféricas da UE», apresenta as prioridades de ação da UE com e para as regiões ultraperiféricas para promover o seu desenvolvimento, bem como recomendações para a ação das regiões ultraperiféricas e dos seus Estados-Membros - França, Portugal e Espanha.